sexta-feira, 28 de julho de 2017

Quando cantar

Quando cantar
Esta música para você
Recuso olhar em seus olhos
Um olhar robusto
Depois de toda discussão 
Que tivemos ontem
De noite
Quero através dela
Fazer as pazes
Com você e ter
Que sentir nesta próxima noite
Seu corpo me protegendo
Do frio que vem
Neste anoitecer
E dizer que amo
Você intensamente
Existindo
Em meu coração

É tenebroso

É tenebroso
O som do mundo
Em sua volta
E por todos os lados
Por onde você
Navega com seus olhos
A vontade é
De abaixar a cabeça
Com a mão no peito
Pedindo perdão
Por todas as crueldades
Que nossa raça cometeu
É tenebroso
Este mundo
Em que vivemos
Que nossa própria
Espécie criou
Antes de se tornar
Uma triste melancolia
É tenebroso
Triste e doloroso
Sentir que o mundo
Tenha essa realidade
Pela companhia
Da arrogância
Ódio e ganância
Existente em suas
Próprias mãos
Ao invés de apagar
Todo mau que cometeram
É tenebroso
O pensamento de muitos
Causar o caos
Onde há vida
Por este planeta
Por mais que existem
Milhares daqueles
Que brilham
Com seu talento
Cicatrizando as feridas
Que causaram neste mundo