sábado, 11 de março de 2017

Vou caminhar

Vou caminhar
Por onde
Agora pouco
Tudo começou
Desmoronar
Por onde ocorreu
Um grande caos
Gritos sendo reproduzidos
De gargantas demonstrando
O pavor de estar
Naquela região
Amedrontada
Por acontecimentos
Horripilantes
Vou caminhar
Para presenciar
O pavor e o medo
Da população
Que a cada instante
Sente suas existências
Se finalizar
Vou caminhar
Sentindo em
Meu peito
A tristeza das pessoas
Deixando levar
Por imaginações
E pensamentos sem fim
Tornando esse drama
Uma grande história
De superação
Em que motiva
Ao próximo
A caminhar mais e mais
Por onde
Os relâmpagos mais caem
Para conseguir
Cumprir seus sonhos
De vida

Mundo surreal

Fora do comum 
Aquilo que presenciamos
De muitos serem capazes
Em agir de uma forma
Que nos amedronta
Mundo surreal
Muitos ultrapassam os limites
Sendo maléficas ou não
Estamos ao além
Do que imaginamos
Sermos capazes
Mundo surreal
Sempre muitos
Possuem pensamentos
Insanos ou até mesmo
Bizarros
Precisamos ser estudados
Para descobrirmos
O que realmente
Nos leva a sermos assim
Mundo surreal
Possuem a raça humana
Capaz de tudo
Nesta vida
Tornando o estranho
Ser arte
E do negativo
Uma prova 
Que toda história
Necessita
De uma balança
Em que equilibra
O bem e o mau
Mundo surreal
Possuem nele
Os olhares
Daqueles que pregam
Um sentimento intenso
Mundo surreal
Me fascina
Ou até mesmo
Me surpreende
Pelas bizarrices
Do pensamentos humanos
Mundo surreal
Se fosse apenas normal
A arte de viver
Tendo imaginações
Foras do comum
Seria tudo em vão
Minha criatividade
De surpreender
O vazio das pessoas
Que nelas existem
 

Me ajude

Me ajude
A escolher
Os versos
Para completar
Aquela história
Que escrevi
Dizendo as brisas
Dos vento sobrevoando
Ao lado de meu rosto
Para poder
Fazê-la transformar
Em uma grande arte
Que jamais pude imaginar
Criando em algum momento
Dos segundos existentes
De minha vida