terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Serenata de amor

Eu estou aqui
Cantarolando
Com as cigarras
Neste começo
Do anoitecer
Vagando ao lado das
Arvores distraído
Pensando em você
Com meu violão
Reproduzindo
A serenata de amor
Para em algum momento
Chegar na bela noite
De lua cheia
Poder cantar
Serenatas de amor
Especial para você
Para descrever
O quanto amastes
Minha bela mulher
Que amo apelidar
De minha bela flor
Perfumada
Minha serenata de amor
Realmente você
É minha bela
Serenata de amor
Que amo ouvir
E reproduzir
Com minha voz
O quanto amo
Sua companhia
Em meu coração
Ouvindo
A serenata de amor
Que cantei especialmente
Para você

Sou um palhaço

Sou um palhaço
Faço malabarismos
Com as bolas em
Que tornam meu
Dia a dia
Um palhaço
Sou um palhaço
O humorista
Que cura
A melancolia
De seu público
Em seu circo
De nariz vermelho
Que pinta
Seu rosto
Criando seu
Próprio personagem
Sou um palhaço
Criador da terapia
Capaz de livrar
Um alguém da ilusão
Sou um palhaço
Sou um amigo do peito