quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Jogo as pétalas

Jogo as pétalas
Para você caminhar
Derramando suas
Emotivas lágrimas
Renascendo belas flores
Que me faz
Imaginar te descrevendo
Como a minha
Linda flor que amo
Observar quando
Estas ausente
Em meus braços
Sentindo o mesmo
Perfume que usa
Em seu corpo
Que amo deslizar
Minha boca para beijar
Jogo as pétalas
Para você florescer
As rosas novamente
Com sua presença
Que a descrevo
Como a minha
Bela vossa majestade

Deixe me apreciar

Deixe me apreciar
As letras ao fechar
Meus olhos
Originando
Meu sumiço
Desta ventania
Que vai e vem
Traçando
Grandes aventuras
Em surgir
Novas melodias
Neste piano
Onde me perco
Reproduzindo
Uma bela canção
Mas me aguarde
Preciso primeiro
Finalizá-las ao
Querer degustá-las
Ouvindo em
Minha imaginação
Muitas vezes
Sem palavras
Para explicar
Nesta aventura
Que criei
Em um espetaculo
De uma peça
Teatral de fantoches
Onde eu mesmo
Sou controlado
Pelas minhas mãos
Derramando
No chão
Meu suor que demonstra
O nervosismo
De despejar
Para o público
Toda idéia
Existente ao meu ser