quarta-feira, 8 de março de 2017

Repete Repete

Repete Repete
Os refrões
Que escrevi para ti
Pude sentir as letras
Reproduzindo
Em seus olhos
Quando eles se direcionaram
Até a mim produzindo
As cachoeiras caindo
Sem parar ao sentir
Em seu coração
As canções lhe abraçando
Sem parar
Movendo te comigo
Em outros cosmos
Do espaço
Cheio das estrelas
Que sempre observo
Lembrando de ti
Quando estás distante
Do calor de meu corpo
Repete repete
Jamais deixe de repetir
A melodia
Que faz me derreter
Em emoções
Ao pegar suas mãos
Para dançar
A valsa que sempre
Sonhamos e planejamos
Em dançar juntos
Na lua cheia
De novembro
Em plena data
Do dia que nos conhecemos
Repete repete
Os teclados que formam
As músicas das partituras
Que escrevi especialmente
Para ti
Repete repete
Jamais deixe de repetir
O perfume do nosso
Primeiro encontro
Ao estarmos distantes
Um do outro
Porque em cada momento
Que estávamos juntos
Naquelas horas
Foram o suficiente
Para serem especiais
Em nossa história
Escrita pelas nossas
Próprias mãos juntas