domingo, 5 de março de 2017

Preciso de um espelho

Preciso de um espelho
Para conhecer
Mais e mais
As células
Que formam
Meu rosto
Desconhecido
Pelo meu ser
Neste tempo todo
Mal soube reconhecer
Minha identidade
Muitos me empurravam
Ao mundo de breu
Sabendo apenas
Que minha existência
E história fosse
Em vão existir
Neste mundo
Inundado de
Pessoas vazias
Sendo coroadas
Como grandes heróis
Preciso de um espelho
Para saber
Qual minha verdadeira
Fase escondida
Neste tempo todo
Tampada por
Aqueles que temiam
Minha presença
Como se eu fosse
Um alguém
Que iria amedrontar
O mundo todo
Com meu verdadeiro
Rosto que cedo ou tarde
Que seria exposto ao mundo
Mas quero apenas
Fazer deste planeta
Um ambiente melhor
Para se viver
Daqui em diante
Preciso de um espelho
Para saber quem sou
E viver mais intensamente
Reescrevendo mais e mais
Minha história
Que permanece
Em pontos de reticência