quinta-feira, 2 de março de 2017

Minhas imaginações

Sou na terra
Um andarilho
De todo país
Andando pela realidade
Das ruas
Mas sobrevoando
Minha criatividade
Aventurando
Pelas imaginações
Criadas entre desenhos
Sou um ser
Que jamais deixarei
Desaparecer
Meu espírito infantil
Divertindo com
Minha própria imaginação
Uso minhas mãos
Para navegar as cores
Em cada paisagem
Que ainda existem
Sem as cores vivas
Do mundo grande
E vivo de vidas
De onde vivemos
Passo a fazer mágicas
Onde esteja incolor
Vivendo os locais
Sem vida
Por onde ando
Frequentemente
Com minhas longas viagens
Fecho os olhos
Para fazer a minha maestria
Explodir em emoções
Novamente onde uso
Minhas canções para
Criar a história onde
Ainda não existe



 renata massa