quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Sociedade doentia

Difama pelas costas
Aquilo que faça
Sobreviver
Em torno
De um coma
Ao fim
De acabar
Com sua vida

Defendem aqueles
Que esfaqueiam
Suas costas
Sem ao menos
Se importar
Com sua existência
Que para eles
São comparados a lixo

Sociedade doentia
Que julga aquilo
Benéfico a nós
Muitas vezes
E defende aquilo
Maléfico para nosso ser

Sociedade doentia
Mas é um erro
Dizer que é ela ao todo
Sendo que são apenas
Um grupo de pessoas
Inócuas que mancham
A sociedade em que vivemos

Sociedade doentia?
Seria injusto dizer
Triste é não sabermos
Quem é quem
Se envolvendo
Com mentes doentias
Nos fazendo cair
Em grandes precipícios
Podendo não voltar nunca mais