segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Diga me

Diga me que não é o fim
Diga me diga me
Aos meus olhos
Em poucas palavras com um olhar profundo
Desabafando por beijos e abraços apertados
Diga me
Com toda emoção
Apenas uma frase
O fim só acontece quando o ponto final acaba com a história em que escrevemos
A poesia nos une, a melodia que ouvimos juntos nos emociona
Nossa história muitas vezes é um clichê
Com acontecimentos e imaginações diferentes e maravilhosos
As pétalas de rosas caindo é a lágrima que derramamos ao dizer que somos uma maravilhosa história de amor

Uma peça de teatro

                                        Criei a nossa peça de teatro ao ritmo profundo da melodia do piano que contagia a adrenalina em emocionar nossos corações de uma forma surpreendente, em arrepiar o pelo dos braços e pulsar o nosso sangue rapidamente em nossas veias.
                                         Um som que a deixa silenciosa, mas com o pensamento em uma grande aventura se aprofundando ao olhar profundo observando ao meu olhar realizando nossa peça em que eu lhe digo que a amo, que o perfume das flores é a poesia que me faz lembrar de ti se derramando silenciosamente em lágrimas de emoção.
                                          Nossa peça muitas vezes desenha o romance em que vivemos, mas também o drama em sentir a dor ao enfrentar o mundo depressivo que vive em nossos próprios universos grandiosos cheio de história para contar.