quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Sem chão

Estou sem palavras
O que irei fazer?
Perdi minhas idéias
Sem chão estou
Como irei 
Reabrir os olhos
Daqueles que estão
Afundados a lamas
A uma sombra onde
Sempre nos perdemos
E percebemos de lá
A vida perder sentido
E a vontade de viver
Se indo embora
Junto com a música
Terminando 
De tocar
Perdendo uma grande imaginação
Ali mesmo
Como se fosse estar
Realmente abandonado
Sentindo se solitário
Realmente 
Quando se finaliza
Uma melodia
Mas imagine
Se uma grande orquestra
Que fosse a ouvir
Me traria um renascimento
A novamente sentir
As cores me revivendo
Onde jamais realmente
Teve vida a existir
Realmente