sábado, 10 de dezembro de 2016

Joguem novamente

Entre as cinzas
Se ressurge
Rosas florescendo
Renascer
Uma nova vida
A uma realidade
Falida sem existência
Em presenciar
Ao nosso arredor
Cheio de surpresas
Pelo silencioso
Mundo em que
Permanecemos
Ao silêncio
Reservando
A desabafar
Tudo aquilo
Que sentimos
Entre cartas
De um jogo
Misterioso
E difícil
De se lidar
A desvendar
Seu significado
Por apenas
Uma espada
Entre elas
Que nos diz
Um grande enigma
A procurarmos
E nos inspirar
A eles que tanto
Nos aguarda
Surpresas
De uma história
Do universo
Em que vivemos
Sem idéia
A nos inspirar
Em nosso caminho
Que muitas vezes
Permanece sem noção
Quando nos deparamos
Com ações que ocorrem
A direção de nossos olhares
Realidade assustadora
Muitas vezes
Nos espanta
A um caótico
Mundo em que
Despejamos
Sentimentos que temos
Entre risadas
Sem sentido algum
A nos expressar
E explicar
Entre as cartas
Que estamos jogando
Joguem novamente
A este jogo
Que nos
Deixará vidrados
Entre surpresas
E misteriosos
Ocorrimentos
Entre nossas voltas
Que menos esperamos
A ocorrer acontecimentos
Inesperados e espantosos
Joguem novamente
Até quando
Os dados caírem
E indicar números
Idênticos
Indicando
Uma nova fase
Da competição
Que estamos em ação
Ouçam suas imaginações
Deixe se levar
Pela fantasia
Assustadora e medonha
Que estão se jogando
Para em breve
Se saírem espantados
Com toda aventura
Que observar
Acontecendo
Através de
Cartas e dados
Entre a mesa de um tabuleiro
Misterioso
Não adianta mais fugir
Só resta a competir
A partir de agora
Entre assustadoras
Criatividades medonhas
Que irão os fazer
Acordar desta outra dimensão
Impressionante que os fará
Relaxar pela dimensão
Que estão presos
Sem saber por onde
Estão andando
Presenciando
A adrenalina
Em poder assegurar
Suas vidas
Em suas próprias
Mãos ensanguentadas
Segurando e sentindo
O sangue ferver
Entre a pele e a veia
Por intensas emoções intensas
Joguem novamente
Para poderem reviver
Entre a ficção e a realidade
Que exagera abusar
De seus sentimentos
Intensificando
Sua existência e história
Do dia a dia