quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Moça

Idêntica a uma rosa
Perfumada e bela
Encantando com sua
Simpatia o ambiente
Por onde estás
Moça humilde
Quero a reencontrar
Novamente no amanhecer
Do dia que só se inicia
Para contarmos mais
Um dia da nossa história
Em nosso universo
Magnífico
Moça, acredite
Sua presença repentina
Em minha vida recente
Fez me inspirar e apaixonar
Pela sua gentileza
Moça, você tornou
A poesia que tanto
Desejei encontrar
E completar a mim
Que recentemente
Meus dias
Se tornou
Um mar de lama
Em minhas costas
Impedindo de me enxergar
A estrela no céu
Que me inspira
Me levando
A um outro
Mundo através
De pensamentos
Moça
Mal nos conhecemos
Muito menos sabemos
Quem somos realmente
Nessa vida
Mas cedo ou tarde
Iremos nos conhecer
Intensamente idêntico
A um mar de rosas
Que irá ilustrar
Nossa união
Em algum dia
Mas enquanto mal
Nos conhecemos
Se perca em meu olhar
Pelas palavras imaginando
Ilustrando e dizendo
O imenso valor que possui
Em si e saiba que
Quero a proteger
Dos males do mundo
Minha flor poética