domingo, 16 de outubro de 2016

De repente

De repente tudo mudou
Se tornou silêncio
Os risos que costumamos
Ouvir nos animando
De repente tudo
Se fechou
Tornando se
O ambiente onde
Estávamos
Um local caótico
Melancólico e sem vida
De repente as luzes se apagam
Perdendo a alegria
Por onde estávamos
Silencioso arredor
Agoniante
Que nos espantou
Por sempre estar
Brilhando com
A luz do sol
De repente
Deu um vazio
Em mim sem
Sua falta
E se esse incompleto
Fosse só em mim?
E se apenas
For eu estar assim?
Não sei
Apenas sinto
O caos acontecer
A tristeza me abraçar
Me fazendo acreditar
Que ela seja
Uma bela companhia
A mim que percebestes
Que eu esteja
Sem um alguém
A me proteger
De repente
Bateu a saudade
De repente
Tudo aconteceu
Em um piscar
De olhos
De repente
Sinto me
Perdido e confuso
Fazendo me sentir
Sozinho por completo
Desacreditando
No melhor
Que o mundo
Possa ter para me alegrar
E surpreender
Com bons momentos
Da vida que temos