sábado, 10 de setembro de 2016

Um guerreiro

Aquele que sente a dor
Presencia e a observa
Na luta jamais desiste
Daquilo que se chama
Vida

Um guerreiro
Cheio de esperanças
De um dia melhor
Segue a vida
Entre unhas e dentes

A um caminho
Cheio de pedras
Espinhos das rosas
Tempestades caóticas
A uma direção iluminada