segunda-feira, 25 de julho de 2016

As lágrimas de Pedro

                Querido diário, amo minha namorada que me  faz sorrir a todo instante que me faz enxergar a vida lá fora com o brilho do sol afastando a energia negativa do coração das pessoas pelas ruas e tudo que ela faz por  mim é muito mais que maravilhoso em minha vida e fico muito mais que agradecido e feliz por estar ao lado dela, queria poder fazer de tudo para a fazer sorrir mesmo tendo uma grave doença em seu coração que me faz gritar na alma de preocupação de medo em perder ela em minha vida para sempre:  -Disse Pedro com suas suaves palavras
               Na manhã seguinte acorda e beija o rosto de sua amada, a Bárbara que ele tanto ama estar ao lado e que sempre tem o prazer em dizer que ama e anda pela sua casa pensando em tudo que passaram juntos nas últimas semanas. Sua grave doença a quase levou e o deixou sem chão acontecendo momentos horríveis para eles que sempre estão juntos e sorrindo um para o outro. Ele sempre se preocupa e tem medo em lhe perder, mas pensa sempre no positivo que tudo irá dar certo.
              Ela acorda e o procura até o ver na janela calado e distraído   pela janela observando o dia lá  fora todo positivo e cheio de vida e o abraça por trás sorridente com o cabelo todo bagunçado e eles param por um bom tempo conversando e mal vê a hora passar, mas logo depois saíram juntos para tomar café um ao lado do outro e logo que terminaram, foram andar um pouco pela praça que tanto frequentam juntos.
              No entardecer o tempo começa a se fechar marcado para chover a qualquer instante e a ventania começa com poeira por todo lado e logo foram embora, até que teve um bar aberto prestes a se fechar, mas eles logo entraram até esperar a chuva de vento passar. Logo que entram por lá pegam uma dose de vinho para beber um pouco conversando e distraindo passando o tempo por lá. O tempo passa e o anoitecer se inicia pela cidade esfriando e logo foi embora depois de pagar, chegaram em casa e quando de repente ela começa a tremer e cair em sua frente e o deixando em choque a segurando assustado.
             Assustado, sem palavras a dizer, sozinho sem o que fazer pega rapidamente seu celular e liga para o corpo de bombeiros dizendo o que ocorreu, quando acabou de  desligar, apertou suas mãos e  com um tom triste e disse bem alto:

-Não me deixe meu amor, o que seria de mim sem você?  Eu lhe amo como nunca amei na vida, não me deixe, ficarei sozinho se for e com um grande vazio em meu coração.
           
             Assim que fechou seus olhos e suas lágrimas caíram chegaram para a socorrer e rapidamente eles entraram na ambulância e foram rapidamente para o hospital mais próximo para a socorrer e saber o que realmente aconteceu, mas Pedro se desconfia que é algum problema cardíaco e logo que a viu naquele estado não parou um segundo em chorar e demonstrar desespero. Ela foi atendida na hora  ficou um bom tempo por lá e ele estava lá aguardando boas notícias dela com medo, mas confiante que tudo dará certo e para se distrair pegou seu diário e começou a ler o que escreveu a algum tempo.
             Quando leu dois parágrafos em seu diário os médicos saem  da sala o chamando e dizendo:

-Pedro, tenho más notícias, infelizmente não podemos fazer nada, ela não resistiu e faleceu com uma parada cardíaca.

            Quando recebeu a notícia na hora ficou sem reação e ficou sem o que dizer, sem lágrimas para derramar, os observou com um olhar triste e vazio.

 Momentos depois.........Deitou em sua cama e se desabou por um bom tempo até que pegou seu diário e logo foi o lendo novamente, se distraindo e escrevendo, dizendo para si mesmo:

-Meu querido diário, a perdi em poucas horas sentindo em meu coração a tristeza de se sentir vazio, de perder um alguém que me  fazia sorrir por qualquer coisa nesse mundo, ela era a minha estrela que me protegia, iluminada e me completava com um jeito tão carinhoso e meigo. Doeu também quando vi seus familiares chorando pela sua ida a outra dimensão. Por mais que a perdi me sinto feliz por ela ter entrado em minha vida e ter me feito um ser feliz ao lado dela e sempre irei guardar boas lembranças dela em meu coração e olhar ao céu para lembrar dela em todas as noites por mais que eu me sinta vazio e triste com sua partida.
           Terminou de escrever e dormiu pelo resto da noite toda e acordando pela manhã indo em seu  velório e em seu enterro novamente chorando e estando ao lado da família de Barbara, abraçando seus familiares e os consolando um ao outro. Quando se foi embora, chegou em sua casa e ficou no sofá de sua casa abrindo um sorriso quando viu seu retrato em sua estante