sexta-feira, 10 de junho de 2016

Apenas um desabafo.....

Como irei começar......São imensas palavras a dizer
Uma enxurrada descrevendo toda uma dor
Desenhando as lágrimas em meu rosto
A tristeza que abraça meu coração

Respiro fundo
Fecho os olhos e sinto o caos me dominar
Existe um outro eu contra mim que deseja o pior a mim

Que mundo é esse, que feridas são essas.....
Não há uma palavra que me faça descobrir o que se passa em mim
Novamente fecho os olhos, sinto um filme de terror em minha mente
Meu corpo enfraquece, o desanimo me abraça

O silêncio me desespera, mas nem todas companhias  são estrelas
O passado, os traumas, momentos horríveis aparecem em sequência
Sentimento de inferioridade do meu ser
Medo sem fim, desespero, ansiedade

Pensamentos horríveis que me faz ir a caminho de um precipício
Julgamentos não param, ofenças parecem elogios
Elogios parecem ofenças
Desânimo de amar a si, desanimo de viver, da vida bela que existe lá fora

Que  dor é essa, que abismo é esse?
Quero entender, me conhecer mais e mais
As estrelas parecem sumidas sem seu brilho para me iluminar
O mundo estás contra mim

Outra vez me pego morrendo de tristeza
Nada parece ter um fim
Pareço ser odiado e sem ninguém para me ouvir
Enquanto isso sinto o sangue cair de meu coração