quinta-feira, 14 de abril de 2016

Imagine

Imagine presenciar sonhos sendo impedidos
Vidas perdidas
Inocentes sendo mortos por monstros da mesma espécie que deseja o poder
Que tenha a ganância na veia
No coração o ódio que os consome
Na alma o desejo de matar

Que seja apenas um pesadelo que estamos sonhando na fria madrugada de nossa cidade
Imagine, apenas imagine
Tudo seria apenas algo que tivéssemos sonhado
Um grito sairia
Olhos seriam abertos
Suspiros seriam um alívio

A todo instante corremos riscos
Nunca saberemos os segundos do futuro
Poderia ser o fim a todo momento
Correr seria o necessário
Precisamos realizar nossos sonhos

Seria tarde demais sonhar e logo perder
Só nos restam sermos positivos
Viver a vida intensamente no agora
Esquecer a dor, o medo