quinta-feira, 17 de março de 2016

Quem sou eu?

                       Me perdi sendo sufocado pela avalanche que veio em minha direção. Logo que acordei percebi que ao meu redor estava deserto, estava frio, calado, caótico pelo clima que apresentava. Percebi que tudo estava perdido e com o fim próximo a mim, que tudo perdia o sentido depois que todo aquele desejo ao segui em frente com os sonhos guardados ao coração foram desfeitos como se fosse rosas morrendo na seca por falta de água.
                       Tudo está perdido e acabado, não lembro o que aconteceu, só sinto que perdi a vida...Mas não só nesse ambiente doloroso e sim que o prazer de desenhar a linha que continua um longo caminho para escrever o texto que não teve fim terminou cedo em um tom triste e apagado