terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Palavras são obras de arte, não uma arma

                        Me perguntei do porque existir a ignorância  de um ser em ao invés de ouvir um alguém ao seu redor prefere se sentir melhor deixando aquele sentindo-se magoado com o que ela disse e porque agir assim se todos temos histórias diferente para contar ao mundo? Se sua história aconteceu mil e um motivos não quer dizer que seja maravilhosa o suficiente para ser superior a ninguém e sim a única, mas não a frente de nenhum ser vivo existente ao mundo.
                       Minhas escritas me faz pensar, emocionar, viajar em minhas grandiosas imaginações, mas se fosse para me descrever um alguém a cima de alguém eu mesmo iria me descrever um ser vazio e incompleto. Mas me ouça e diga que isso um dia irá acabar porque toda vez que passei por esses momentos eu viajei e me diverti em minha escrita e eu descrevi isso como meu coração mesmo conversando comigo.
                       Sempre  existirá pessoas para dizer algo para lhe descrever vazio ao mundo, mas ela jamais conseguirá ler toda sua história porque ninguém conseguirá ler e sim apenas você, a sua história é maravilhosa e não apenas a minha como a de muitos, mas o triste é que sempre tem aquele para escolher querer ser vazio ao mundo ao invés de ter prazer em conhecer o ser que és ao seu universo grandioso.
                       Nunca imaginei que depois de todo pesadelo que superei iria passar por momentos chorando internamente, mas eu superei toda essa força negativa de mim e de lá para cá eu me sinto vivo revivendo aquilo tudo que perdi e os mesmos que me fizeram me sentir ao fim da luz ao túnel, e eu digo para ti mesmo que está lendo minhas palavras que sempre  saiba usar as palavras  que elas são uma grande maravilha, não seja muitos que as usam como uma arma e sim algo poético e belo de se presenciar ao seu redor.